JUSTIÇA PARA A ALDEIA IMBUHY?!

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

ImagemSITE-IMBUHY.png

Em nova audiência na Justiça Federal realizada na tarde desta segunda, 22 de janeiro, constatamos a triste situação desta comunidade tradicional, reconhecida como tal através de laudo antropológico e Decreto Municipal, e que foi absurdamente agredida, violada e exterminada em sua memória e cultura pelo Exército Brasileiro. 

Mais uma vez, por iniciativa da Defensoria Pública da União, está sendo costurado um acordo para que 38 famílias recebam novas terras na região do Tibau, em Piratininga, em área contígua às supostas terras do Exército, para que busquem ter de volta sua dignidade e seu direito à moradia. Infelizmente oito famílias que viviam também há décadas no local não estão sendo contempladas por este acordo já que, no entendimento do Juiz e do Exército, não são hipossuficientes e por isso não teriam este direito. 
O mandato Paulo Eduardo Gomes se manifestou na audiência defendendo o direito de moradia a todos que tiveram suas casas demolidas e que foram violentamente expulsos de suas terras tradicionais pelo Exército Brasileiro. No que depender do nosso mandato, a luta em defesa da Aldeia Imbuhy e do livre acesso da população àquela área, especialmente diante do Termo de Adesão firmado pelo Município com a União para a gestão local da orla de toda a nossa cidade, vamos agir cada vez mais na defesa dos reais interesses desta comunidade e de toda a população que precisa ter, não apenas o direito de acesso àquela praia, mas também, e especialmente, o direito de ir e vir naquela Estrada dos Fortes, prevista no atual Plano Diretor e no Plano Urbanístico da Região Oceânica, e que deveria servir para o deslocamento de todo e qualquer cidadão entre os bairros de Piratininga e Jurujuba. A luta continua!

Sobre nós

Página oficial de Paulo Eduardo Gomes (PSOL - Partido Socialismo e Liberdade).

PEG é reconhecido por sua ética, fiscalização da administração e defesa dos direitos dos cidadãos.

Vereador mais votado em 2012 e segundo em 2016.

.

Buscas no Site

© 2016 Paulo Eduardo Gomes